TV NC CASINHAS

ÁREA PASTORAL NOSSA SENHORA DAS DORES

Nona Noite do Novenario de Nossa Senhora das Dores

Publicado por Área Pastoral Nossa Senhora das Dores Casinhas - PE em Sexta, 14 de setembro de 2018

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Pernambuco deve desistir da Copa das Confederações

Ao que tudo indica, Pernambuco não deve ser uma das sede das Copa das Confederações, marcada para acontecer em 2013, e que serviria como um “test-drive” para a Copa do Mundo, que acontece no ano seguinte. O Governo do Estado comemorou o fato de a Fifa ter incluído Pernambuco como uma sede, mesmo sendo de forma condicional.
Se as obras estiverem bem avançadas em junho deste ano, quando haveria uma das já tradicionais averiguações dos agentes da entidade, o “Ok” seria garantido. No entanto, diante das diversas mudanças de prazo informadas pela FIFA, o Governo já pensa duas vezes: será que vale a pena mudar tudo para sediar um jogo entre seleções sem tanta tradição no futebol?
Inicialmente, o Estado e o Consórcio Odebrecht planejavam deixar a Arena em pleno funcionamento em julho de 2013, até porque já houve um acordo com o Náutico. Com a possibilidade de fazer parte da Copa das Confederações, o prazo foi reduzido para abril de 2013. No entanto, num novo encontro com representantes da Fifa, o Governo tomou conhecimento que, para se incluir na competição, o estádio teria que ficar pronto em fevereiro de 2013.
Ou seja, é uma antecipação em cima de outra antecipação. Para complicar mais ainda, a Fifa exige que a plantação do gramado não seja com placas - que seria concluído em, no máximo, três meses - , mas sim, com mudas. Neste último caso, o gramado ficaria pronto em seis meses. O Governo já deu um passo para tomar logo uma definição: acionou o Consórcio Odebrecht e outros fornecedores envolvidos na obra, pedindo um pronunciamento oficial para saber se uma nova mudança no cronograma é cabível. Se for, ótimo. Do contrário, o Estado fica fora. Mas sem cicatrizes. Afinal, o cronograma visando a Copa do Mundo está sendo colocado em prática. E com certa tranquilidade.

Educação de Casinhas


Evento em Casinhas celebrará o Dia do Agente Comunitário de Saúde

Da REDAÇÃO, com ASCOM CASINHAS charlesnasci@yahoo.com.br A Prefeitura de Casinhas, através da Secretaria de Saúde, realiza na próxima ter...

CASINHAS

"Maria, passa a frente dos problemas, abre estradas, caminhos e corações

Maria, passa à frente - Padre Marlon Múcio

"Maria, passa a frente dos problemas, abre estradas, caminhos e corações. E conduza-nos à vida eterna junto de seu filho amado Jesus Cristo" - - - Se inscreva no Canção Nova Play: https://goo.gl/n5j4AW Veja este vídeo completo: https://goo.gl/yjps8s

Publicado por Canção Nova Play em Segunda, 22 de janeiro de 2018

Oração de Frei Damião de Bozano

Dados da Cidade Geografia Localiza-se a uma latitude 07º44’28” sul e a uma longitude 35º43’16” oe

Dados da Cidade  Geografia  Localiza-se a uma latitude 07º44’28” sul e a uma longitude 35º43’16” oe
Dados da Cidade Geografia Localiza-se a uma latitude 07º44’28” sul e a uma longitude 35º43’16” oeste. Sua população estimada em 2009 era de 14.798 habitantes. O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005. Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico inferior a 800 mm, o índice de aridez até 0,5 e o risco de seca maior que 60%. Relevo O município de Casinhas insere-se nas Áreas Desgastadas do Planalto da Borborema, composto por maciços e outeiros altos. Vegetação A vegetação do município é a caatinga hipoxerófila (ZANE – Zoneamento Agroecológico do Nordeste – EMBRAPA/2000). Hidrografia O município insere-se na bacia hidrográfica do rio Capibaribe. Os recursos hídricos dominantes são afluentes da bacia do rio Capibaribe, sobretudo o rio Caiai e os Riachos Gado Bravo e do Pato seus principais afluentes na área. O rio Capibaribe é perene e de baixa vazão no município. Todos os seus afluentes e subafluentes neste trecho possuem regime intermitente.

Histórico Segundo a tradição local, por volta de 1890, no caminho entre Bom Jardim e a mata existe

Histórico  Segundo a tradição local, por volta de 1890, no caminho entre Bom Jardim e a mata existe
Histórico Segundo a tradição local, por volta de 1890, no caminho entre Bom Jardim e a mata existente no local, havia uma casinha de palha, onde vivia uma senhora portadora de deficiência que costumava dar pouso aos viajantes. Posteriormente mudou-se para o local o Sr. José Barbosa de Farias. Outras famílias estabeleceram-se no local. Em 1894, foi construída uma capela dedicada a Nossa Senhora das Dores, atual padroeira, pelo professor José Merim. A partir deste núcleo de pequenas casas, que deu origem ao nome Casinhas, surgiu o município. O distrito de Casinhas foi criado pelas leis municipais nºs 46, de 16 de Dezembro de 1925, e nº 2, de 16 de Novembro de 1929, sendo subordinado ao município de Surubim. Foi elevado à condição de município pela lei estadual nº 11228, de 12 de Julho de 1995, com base na lei estadual complementar n° 15, de 1990, que permitiu aos municípios a solicitação da emancipação, desde que atendessem a alguns requisitos, como ter população superior a 10 mil habitantes e que o total de eleitores seja maior que 30% desta população. O município foi instalado em 1 de Janeiro de 1997.