TV NC CASINHAS

ÁREA PASTORAL NOSSA SENHORA DAS DORES

Nona Noite do Novenario de Nossa Senhora das Dores

Publicado por Área Pastoral Nossa Senhora das Dores Casinhas - PE em Sexta, 14 de setembro de 2018

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

PREFEITURA EM AÇÃO: Acontece Em Serra Verde Com Efetiva Participação Da Comunidade

O projeto “Prefeitura em Ação” tem por objetivo levar os serviços das secretarias municipais de Casinhas para as comunidades rurais. O projeto começou no mês de julho deste ano e já aconteceu nas comunidades do Montado, Vila Nova, Catolé e, desta vez, em Serra Verde.
O projeto Prefeitura em Ação realizado na comunidade de Serra Verde aconteceu ontem (28), na Unidade Básica de Saúde (UBS) daquela localidade. Durante todo o dia foram oferecidos serviços das secretarias de assistência social e saúde. Sobre o evento, a secretária de assistência social, Ediluce Leal, enfatizou que é importante trazer para as comunidades os serviços das secretarias municipais. “ Hoje estamos aqui com um grande evento. O maior objetivo do projeto é trazer os serviços para perto da população. Por parte da Assistência Social estamos oferecendo vários serviços, atualização do Bolsa Família, emissão de identidade, dia de beleza para os homens e mulheres,” explicou Ediluce.
Sobre as ações da saúde, a secretária de saúde, Gilsamary Duda, falou sobre os atendimentos realizados para a população local. “ Hoje, aqui na comunidade de Serra Verde, além de trazermos os serviços da assistência e saúde, estamos vivenciando o “Novembro Azul” e por isso trouxemos um urologista para atender os homens da comunidade. Estamos também realizando exames de PSA, odontologia, nutrição, acupuntura, atendimento com educador físico, exame de testes de glicemia, verificação de pressão arterial, testes rápidos de HIV, sífilis, Hepatite C e B. Além disso, temos atendimento psicológico,” explicou.
Sobre os serviços oferecidos pela Secretaria de Saúde de Casinhas na ocasião, o atendimento médico com Urologista, especialista na saúde do homem, foi bastante procurado pelos homens da comunidade de Serra Verde. Ao todo, foram realizados 51 atendimentos pelo médico Isaías Lucena. A iniciativa da Secretaria de Saúde em incluir um Urologista no projeto Prefeitura em Ação, tem por objetivo incentivar a campanha “Novembro Azul” do governo federal, que é voltada para à prevenção de doenças e cuidados com a saúde dos homens, em geral.
Durante o evento, um dos representantes da comunidade local, José Nivaldo, esclareceu que veio procurar os serviços da nutricionista e acupuntura e que na opinião dele, foi muito bem atendido, por isso parabenizou toda a equipe pela ação. Para ele, enquanto comunidade local, foi muito gratificante. “Para nós é muito importante esse momento porque as pessoas tem dificuldade de se locomover”, disse.
O projeto Prefeitura em Ação foi muito construtivo, na opinião de todos os envolvidos na concretização do evento. A próxima comunidade para receber este projeto será a do Junco, e está previsto para acontecer no próximo dia 12 de dezembro .
Ascom Casinhas
A imagem pode conter: 7 pessoas, área interna

Grupo De Dança Mixdance Casinhas

o grupo de dança Mixdance: convida você para acompanhar nossa live pelo facebook, hoje a noite a partir das 19hrs todas as lives serão transmitidas pelo face do coreógrafo e professor Valdemir silva venha se divertir e participar deste momento de descontração transmissões todas as segundas e quartas compartilhem com seus amigos
texto: Valdemir.



Agentes de endemias de PE passam a usar aplicativo para monitorar focos do Aedes aegypti a partir de 2018

Por G1 PE

Mosquito Aedes aegypti é transmissor da dengue, da zika e da chikungunya (Foto: Paulo Whitaker/Reuters)Mosquito Aedes aegypti é transmissor da dengue, da zika e da chikungunya (Foto: Paulo Whitaker/Reuters)
Mosquito Aedes aegypti é transmissor da dengue, da zika e da chikungunya (Foto: Paulo Whitaker/Reuters)
A partir de 2018, os agentes de endemias que visitam imóveis para identificar a possível existência de criadouros do mosquito Aedes aegypti vão contar com um aplicativo para compartilhar informações em tempo real com o município e com a Secretaria Estadual de Saúde (SES). A novidade, lançada pela pasta nesta terça-feira (28), faz parte do Plano de Enfrentamento das Arboviroses para 2018, que busca intensificar ações de controle da dengue, da zika e da chikungunya no estado e melhorar a assistência dada aos pacientes.
De acordo com a SES, o aplicativo tem o objetivo de descartar o uso do papel para armazenar dados sobre os imóveis visitados, como a existência de criadouros. Através de fotos, o programa também visa agilizar as providências das secretarias municipais de saúde para que os focos do Aedes aegypti sejam eliminados dos locais visitados. As informações armazenadas no sistema ficam disponíveis para o estado e para município que aderir ao sistema, instalado em parceria com a Secretaria de Saúde do Mato Grosso do Sul.
Plano de Enfrentamento das Arboviroses para 2018 foi lançado nesta terça (28) em Pernambuco (Foto: Miva Filho/Secretaria Estadual de Saúde/Divulgação)Plano de Enfrentamento das Arboviroses para 2018 foi lançado nesta terça (28) em Pernambuco (Foto: Miva Filho/Secretaria Estadual de Saúde/Divulgação)
Plano de Enfrentamento das Arboviroses para 2018 foi lançado nesta terça (28) em Pernambuco (Foto: Miva Filho/Secretaria Estadual de Saúde/Divulgação)
Dentro do Plano de Enfrentamento das Arboviroses, há, também, um Protocolo de Vigilância dos Óbitos Suspeitos por Arboviroses, que busca padronizar as informações a respeito de mortes suspeitas de dengue, zika e chikungunya. O objetivo do documento é padronizar a investigação dos óbitos e agilizar a conclusão dos casos. Segundo a SES, há planos para uma parceria com o Laboratório de Imunopatologia Jeizo Asami (Lika), da Universidade Federal de Pernambuco, para implantar o diagnóstico laboratorial post-morten (pós-morte) dos óbitos suspeitos.
De acordo com a gerência de controle das arboviroses da SES, o diagnóstico laboratorial positivo de um óbito para qualquer uma das arboviroses não significa, necessariamente, que a doença foi a causa principal do óbito do paciente. Devido a isso, o setor considera necessária a investigação domiciliar e hospitalar da morte, para que sejam compreendidos os aspectos clínicos e epidemiológicos do paciente.

Estatísticas

Até o dia 25 de novembro de 2017, a SES notificou 15.321 casos de dengue, sendo 4.658 confirmados. Houve, também notificação de 4.498 casos de chikungunya, sendo 1.013 confirmados, e 722 de zika. Quanto aos óbitos ligados às arboviroses, houve três confirmações, sendo duas para dengue, confirmadas em maio e em novembro, e uma para chikungunyaconfirmada em novembro.

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Surubim: Lançamento do Programa ID Jovem

A Secretaria da Juventude e Esportes, em parceria com o Conselho Municipal de Juventude vai promover nesta terça-feira (28), o lançamento do Programa ID Jovem. Esta ação tem como objetivo mostrar os benefícios do auxílio, que garante meia entrada, até gratuidade em eventos esportivos, culturais e transporte interestadual para jovens, nos quais as mães possuam o Número de Identificação Social (NIS). 
O representante da Unesco, Gilmar Dias, estará presente no evento trazendo todas as informações necessárias para que a juventude surubinense possa se beneficiar com este Programa.

foto /texto: Prefeitura de Surubim
A imagem pode conter: texto

A Secretaria de Educação de Casinhas realizou nesta segunda-feira (27) um encontro de formação do Sistema de Avaliação Educacional de Pernambuco (Saepe)

A Secretaria de Educação de Casinhas realizou nesta segunda-feira (27) um encontro de formação do Sistema de Avaliação Educacional de Pernambuco (Saepe). Comandada pelo diretor municipal de Ensino, Givanildo Melo, a reunião aconteceu no Auditório da Escola São Luiz com a presença dos aplicadores e coordenadores das escolas. A realização da prova do Saepe 2017 acontece nesta quarta-feira, dia 29 de novembro.
Composto por avaliações de português e matemática, o Saepe será realizado em todas as escolas da rede pública de ensino de Pernambuco e envolverá alunos do 2º, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e do 3° ano do Ensino Médio. O objetivo da prova é avaliar o nível de proficiência dos estudantes nas duas matérias. Com base nesta avaliação, a Secretaria de Educação elabora ações e melhorias nas escolas. É estabelecido um comparativo de desempenho entre as escolas da rede e são traçadas metas nas duas disciplinas.
texto: Charles Nascimento
Foto: Rick Silva

Bancos e poupadores chegam a acordo sobre perdas de planos econômicos das décadas de 80 e 90

O acordo pode encerrar quase um milhão de processos que tramitam há anos na Justiça referentes aos planos Bresser, Verão, Collor 1 e Collor 2. Está previsto o pagamento de mais de R$ 10 bilhões, que poderão beneficiar 3 milhões de pessoas.
Conforme informou a Advocacia-Geral da União (AGU), o acordo foi fechado entre a Frente Brasileira dos Poupadores (Febrapo), o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).
O dinheiro já está disponível nos bancos. Para ter direito ao ressarcimento, o poupador precisa comprovar que tem uma ação em andamento na Justiça cobrando a correção dos valores e aceitar desistir dessa ação. A conta poupança não precisa estar ativa, mas o poupador precisa comprovar que tinha o dinheiro depositado na época e concordar em receber o valor com um desconto - que ainda não foi divulgado.
"Pontos relevantes da conciliação ainda estão pendentes. O texto final será submetido à apreciação do Supremo Tribunal Federal (STF), a quem caberá a última palavra sobre o tema", afirmou a AGU, em nota.
O acordo deverá ser assinado por todos na segunda-feira (4). Só depois da homologação pelo supremo é que os pagamentos começarão a ser feitos, o que deve ocorrer no próximo ano.

Por G1Acordo deve pagar R$ 10 bilhões por perdas em planos econômicos nas décadas de 80 e 90
Bancos e poupadores chegaram a um acordo sobre as perdas de rendimento que as poupanças sofreram com a mudança dos planos econômicos nas décadas de 1980 e 1990.

Plano Collor

O caso mais complexo é o gerado pelo plano Collor. O pacote de 15 de março de 1990 determinou que as quantias superiores a 50 mil cruzados novos depositadas em contas de poupança fossem bloqueadas e remetidas ao Banco Central.
A partir daí, conforme as contas iam 'aniversariando', eram corrigidas pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC), sendo os valores superiores a 50 mil repassados ao BC. Quem tinha conta com aniversário na segunda quinzena, no entanto, foi prejudicado, já que o reajuste aplicado pelo BC tinha como base a BTNF, com taxa inferior ao IPC, usado até então.
Resultado de imagem para dinheiro

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Bebê de 1 ano morre após engasgar com mingau em Caruaru

Por G1 Caruaru
 

Criança chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu antes de chegar à unidade de saúde.

Um bebê de um ano e dois meses morreu após engasgar com mingau na zona rural de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, o menino chegou a ser socorrido para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu e morreu a caminho do hospital.
Segundo a Secretaria de Saúde de Caruaru, a criança já chegou à UPA com parada cardiorrespiratória. No local, foram feitas manobras de reanimação, conforme protocolo, porém sem sucesso. O corpo da criança foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), que deverá esclarecer a causa da morte.
O fato aconteceu no sábado (25), mas só foi divulgado nesta segunda-feira (27). O caso foi repassado para a Delegacia de Polícia Civil para as medidas cabíveis.

Casinhas: será realizado a campanha nacional para a Saúde do Homem na próxima terça, dia 28, no sítio Serra Verde

Novembro é o mês de realizar a campanha nacional para a Saúde do Homem, o "Novembro Azul". Pensando nisso, as Secretaria de Saúde e Assistência Social do município de Casinhas realizam na próxima terça-feira, dia 28 de novembro, mais uma edição do "Prefeitura em Ação". A próxima parada do elogiado projeto itinerante será o sítio Serra Verde. O objetivo dessa ação é oferecer serviços aos homens e também às mulheres da comunidade, no PSF local, a partir das 8h.

Serão oferecidos atendimento médico com urologista, clínico geral e dentista, palestras informativas e educativas, emissão do RG, recadastramento do Bolsa Família e do CadÚnico, aferição da pressão, testes de Glicemia, HIV, Sífilis e Hepatite, saúde bucal, acupuntura e momento de beleza para homens e mulheres, dentre outros serviços.

texto Charles Nascimento. foto natalcasinhas.
cuidando da saúde do homem prefeitura em Ação no Catolé

Primeira parcela do 13º deve ser paga até dia 30; veja 9 dicas para aproveitar o dinheiro

Por Karina Trevizan, G1
 
Os trabalhadores com carteira assinada devem receber a primeira parcela do 13º salário até o final deste mês e, segundo a Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), a maioria pretende utilizar o benefício para quitar dívidas.
Especialistas apontam que essa é uma das saídas mais aconselháveis, mas lembram que as pessoas devem se preparar para outras despesas e evitar um novo endividamento (veja dicas mais abaixo).
Segundo o Ministério do Trabalho, mais de 83 milhões de brasileiros devem receber o 13º salário neste ano, o que irá injetar mais de R$ 200 bilhões na economia. Os dados incluem os empregados com carteira assinada e os aposentados e pensionistas, que também têm direito ao benefício.
Cada trabalhador assalariado deverá receber, em média, R$ 2.758,70 até dezembro, enquanto o valor médio a ser pago a aposentados e pensionistas é de R$ 1.923,14.
Veja no vídeo abaixo quem tem direito ao 13º salário e como ele é calculado:

Planos para o benefício

Pesquisa da Anefac aponta que a grande maioria das pessoas que irão receber o 13º diz que pretende usar o recurso para pagar dívidas que já possuem. Outros afirmam que vão usar o dinheiro para despesas de início de ano, compras ou investimentos.
Qual o destino do 13º?
Intenções entre as pessoas que devem receber o benefício
Pagar dívidas: 85Comprar presentes: 5IPVA, IPTU, material escolar: 4Reformar a casa: 1Já receberam ou fizeram empréstimos de antecipação: 3Poupar: 2
Pagar dívidas
em % 85
Fonte: Anefac
O levantamento mostra ainda que, entre as pessoas que vão usar o dinheiro para pagar dívidas, em mais de 90% dos casos a pendência é de cartão de crédito ou de cheque especial.
Qual dívida pretende pagar com o 13º?
Respostas das pessoas que disseram que pretendem usar o benefício para quitar pendências
Cheque especial: 43Cartão de crédito: 51Limpar o nome (dívidas no SPC/Serasa): 1Prestação de lojas atrasadas: 1Financiamento bancário atrasado: 3Outros atrasos: 1
Fonte: Anefac

Como aproveitar bem o 13º

Veja, abaixo, 9 dicas para usar o 13º da melhor maneira possível. As recomendações são da Anefac, de Bernardo Pascowich, fundador do buscador de investimentos Yubb, e de Paulo Azevedo, professor de estratégia financeira do Ibmec SP.
1. Priorize o pagamento de dívidas atrasadas
Para os consumidores que estão com o nome na lista de devedores, a primeira recomendação é quitar a pendência e começar o ano seguinte livre da inadimplência. “Para essas pessoas, o benefício é mais um alívio que uma oportunidade de investimento, por exemplo”, avalia Pascowich.
Até setembro, cerca de 60 milhões de pessoas estavam com o nome na lista devedores. Nos primeiros dias do feirão "Limpa Nome" da Serasa Experian, por exemplo, muitos consumidores buscaram informações para renegociar dívidas.
2. Ao quitar dívidas, dê preferência àquelas com juros mais altos
A recomendação vale especialmente para quem está no vermelho por causa do cartão de crédito ou do cheque especial. Segundo a Anefac, os juros médios do cartão de crédito rotativo estão em 328% ao ano e, os do cheque especial, em 303%.
Os juros médios do cartão de crédito rotativo estão em 328% ao ano, segundo a Anefac (Foto: Reprodução/ EPTV)Os juros médios do cartão de crédito rotativo estão em 328% ao ano, segundo a Anefac (Foto: Reprodução/ EPTV)
Os juros médios do cartão de crédito rotativo estão em 328% ao ano, segundo a Anefac (Foto: Reprodução/ EPTV)
3. Ao usar o 13º para sair do vermelho, cuidado para não se endividar novamente
Com as dívidas pagas, o consumidor deve ficar atento para não se complicar novamente. “Eu recomendaria diminuir o nível de endividamento”, diz Azevedo, apontando a importância de manter o nome limpo.
“O que não pode acontecer é a pessoa que já está endividada receber o 13º com um pensamento de consumir mais. É o pior dos mundos”, complementa Pascowich.
Ele diz, ainda, que um dos principais pontos de atenção deve ser o acúmulo de parcelamentos.
4. Não perca de vista as despesas de início de ano
A pesquisa da Anefac mostra que quem pretende reservar o 13º para despesas como IPTU, IPVA, matrícula e material escolar, por exemplo, são minoria, o que, para especialistas, é um sinal de alerta. Isso porque, apesar de esporádicos, esses gastos não são uma surpresa para os consumidores.
“Você sabe que vai ter a receita excepcional no final do ano e os gastos excepcionais no começo do outro”, diz Azevedo. Para quem não sabe quanto exatamente deve reservar para essas despesas, o especialista recomenda verificar quanto foi gasto no ano passado e acrescentar um pouco a mais.
Material escolar é um dos gastos de início de ano para muita gente (Foto: Reprodução/TV TEM)Material escolar é um dos gastos de início de ano para muita gente (Foto: Reprodução/TV TEM)
Material escolar é um dos gastos de início de ano para muita gente (Foto: Reprodução/TV TEM)
5. Antecipe parcelas de financiamentos para fugir dos juros
Para quem não tiver pagamentos em atraso, uma boa estratégia para aproveitar bem o 13º é adiantar o pagamento de parcelas de financiamentos em curso. Pagando adiantado, é possível se livrar de juros que seriam cobrados mais à frente.
“O consumidor também pode negociar algum desconto se fizer a quitação à vista”, acrescenta Azevedo.
6. Reserve uma parte do dinheiro para investimentos
Pascowich recomenda que o consumidor poupe uma parte do 13º, mesmo que pequena. “Qualquer pessoa consegue fazer um investimento hoje. No Tesouro Direto, o valor mínimo para começar a investir é de R$ 30. Em alguns bancos seguros, com garantia, você consegue investir a partir de R$ 1.”
Azevedo aponta que é preciso organizar as finanças para o longo prazo, como forma de evitar o chamado “tombo inevitável”. “O profissional que evolui na carreira vai ganhando cada vez mais. Se ele não se planeja, quando se aposenta, sua renda pode cair para menos da metade do que ganhava.”
Especialistas recomendam que o consumidor crie o hábito de poupar, ainda que comece com pouco (Foto: Marcelo Brandt/G1)Especialistas recomendam que o consumidor crie o hábito de poupar, ainda que comece com pouco (Foto: Marcelo Brandt/G1)
Especialistas recomendam que o consumidor crie o hábito de poupar, ainda que comece com pouco (Foto: Marcelo Brandt/G1)
7. Se você não conseguiu guardar dinheiro no ano, aproveite para “compensar”
Deixar para poupar apenas o dinheiro que sobra no fim do mês não é a recomendação dos especialistas, que ensinam que o ideal é separar uma parcela fixa dos ganhos para ser guardada mensalmente, como se fosse uma despesa fixa. Para muitas pessoas, porém, não é isso que acontece.
"Se durante o ano é difícil sobrar um dinheirinho, o 13º pode ser uma oportunidade para, de alguma forma, compensar o que não foi possível investir ao longo do ano”, diz Pascowich.
8. Não use todo o dinheiro para consumo
“O 13º é visto como uma renda extra para consumir, e as pessoas ficam entusiasmadas”, diz Pascowich, que recomenda cautela. Se o consumidor quer aproveitar o dinheiro para comprar um presente de Natal, por exemplo, a recomendação é não usar todo o benefício para esse fim.
“Gaste uma pequena parte com isso e seja criativo. Presentes interessantes não são necessariamente os mais caros”, aconselha Azevedo.
Decoração de natal no Buriti Shopping, em Aparecida de Goiânia, Goiás; comércio estimula consumo nesta época do ano com promoções (Foto: Thalles Pereira/G1)Decoração de natal no Buriti Shopping, em Aparecida de Goiânia, Goiás; comércio estimula consumo nesta época do ano com promoções (Foto: Thalles Pereira/G1)
Decoração de natal no Buriti Shopping, em Aparecida de Goiânia, Goiás; comércio estimula consumo nesta época do ano com promoções (Foto: Thalles Pereira/G1)
9. Ao usar parte do benefício para comprar presentes, faça um planejamento
Azevedo alerta que os consumidores devem estar atentos às promoções de Natal, que nem sempre são vantajosas.
“Assim como as pessoas estão esperando pelo 13º, o comércio também está. O comércio sabe que os consumidores têm esse dinheiro e cria condições para que eles gastem", diz Azevedo.
Uma dica é não deixar para comprar os presentes muito perto da semana do Natal, pois os produtos tendem a ficar mais caros. Se não conseguir se antecipar, o consumidor pode adiar as compras para janeiro, quando há “queima de estoques” nas lojas, como lembra a Anefac.

Educação de Casinhas


Evento em Casinhas celebrará o Dia do Agente Comunitário de Saúde

Da REDAÇÃO, com ASCOM CASINHAS charlesnasci@yahoo.com.br A Prefeitura de Casinhas, através da Secretaria de Saúde, realiza na próxima ter...

CASINHAS

"Maria, passa a frente dos problemas, abre estradas, caminhos e corações

Maria, passa à frente - Padre Marlon Múcio

"Maria, passa a frente dos problemas, abre estradas, caminhos e corações. E conduza-nos à vida eterna junto de seu filho amado Jesus Cristo" - - - Se inscreva no Canção Nova Play: https://goo.gl/n5j4AW Veja este vídeo completo: https://goo.gl/yjps8s

Publicado por Canção Nova Play em Segunda, 22 de janeiro de 2018

Oração de Frei Damião de Bozano

Dados da Cidade Geografia Localiza-se a uma latitude 07º44’28” sul e a uma longitude 35º43’16” oe

Dados da Cidade  Geografia  Localiza-se a uma latitude 07º44’28” sul e a uma longitude 35º43’16” oe
Dados da Cidade Geografia Localiza-se a uma latitude 07º44’28” sul e a uma longitude 35º43’16” oeste. Sua população estimada em 2009 era de 14.798 habitantes. O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005. Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico inferior a 800 mm, o índice de aridez até 0,5 e o risco de seca maior que 60%. Relevo O município de Casinhas insere-se nas Áreas Desgastadas do Planalto da Borborema, composto por maciços e outeiros altos. Vegetação A vegetação do município é a caatinga hipoxerófila (ZANE – Zoneamento Agroecológico do Nordeste – EMBRAPA/2000). Hidrografia O município insere-se na bacia hidrográfica do rio Capibaribe. Os recursos hídricos dominantes são afluentes da bacia do rio Capibaribe, sobretudo o rio Caiai e os Riachos Gado Bravo e do Pato seus principais afluentes na área. O rio Capibaribe é perene e de baixa vazão no município. Todos os seus afluentes e subafluentes neste trecho possuem regime intermitente.

Histórico Segundo a tradição local, por volta de 1890, no caminho entre Bom Jardim e a mata existe

Histórico  Segundo a tradição local, por volta de 1890, no caminho entre Bom Jardim e a mata existe
Histórico Segundo a tradição local, por volta de 1890, no caminho entre Bom Jardim e a mata existente no local, havia uma casinha de palha, onde vivia uma senhora portadora de deficiência que costumava dar pouso aos viajantes. Posteriormente mudou-se para o local o Sr. José Barbosa de Farias. Outras famílias estabeleceram-se no local. Em 1894, foi construída uma capela dedicada a Nossa Senhora das Dores, atual padroeira, pelo professor José Merim. A partir deste núcleo de pequenas casas, que deu origem ao nome Casinhas, surgiu o município. O distrito de Casinhas foi criado pelas leis municipais nºs 46, de 16 de Dezembro de 1925, e nº 2, de 16 de Novembro de 1929, sendo subordinado ao município de Surubim. Foi elevado à condição de município pela lei estadual nº 11228, de 12 de Julho de 1995, com base na lei estadual complementar n° 15, de 1990, que permitiu aos municípios a solicitação da emancipação, desde que atendessem a alguns requisitos, como ter população superior a 10 mil habitantes e que o total de eleitores seja maior que 30% desta população. O município foi instalado em 1 de Janeiro de 1997.